Especial Mês das Mães

10/05/2019 - Notícias

Especial Mês das Mães

Meu nome é Ana. Eu estava grávida do meu filho mais novo, levando uma gravidez, aparentemente tranquila, apesar de já não ser tão nova, estava com 35 anos na época e nas ultimas semanas, o Dr solicitou aquele exame de urina 24 horas, Na gravidez, este exame costuma ser utilizado para determinar a presença de proteínas na urina da gestante para o diagnóstico de pré-eclâmpsia, que é uma complicação que surge na gravidez, em que a grávida desenvolve hipertensão, retenção de líquidos e perda de proteínas pela urina, então fiz o exame, ele me disse que era pra ligar pra ele, se o exame desse mais que 300 era pra ligar pra ele, então eu peguei o resultado do exame e deu 2300 – ou seja 2 mil a mais – liguei pro Dr Eduardo Hockmuller, e informei ele – ele disse -* nunca vou me esquecer – Bah! Vamos ter que interromper essa gravidez, eu entrei em desespero, pois estava com 35 semanas ainda, não tinha nada pronto – e ele queria fazer a cesárea no outro dia – era segunda-feira, véspera de carnaval, o Dr tava de folga em Balneário Camboriú – e disse que viria a noite, pra no outro dia, fazer a minha cesárea, fui pra casa, lavei e passei as roupinhas que consegui e preparei tudo, as pressas, e no outro dia fui cedo para a Maternidade – e já logo me preparam para a cesárea, Quando o Dr tirou o meu bebê da barriga, eu vi que ficou um silêncio, e fiquei preocupada, pq aparentemente estava tudo normal,o bebê tinha chorado, ai perguntei, o anestesista disse que meu filho tinha ganhado na loteria, perguntei o porque, ele disse que ele tinha um nó verdadeiro no cordão umbilical, e o nó já estava fechando, quer dizer que se o nó fechasse, ele em questão de pouco tempo, ia ficar sem oxigênio e comida logo, ou seja, Deus fez com que tudo acontecesse no tempo certo, parecia que era a hora errada de tirar ele, mas na verdade, era a hora certa, e mesmo sendo prematuro, ficou poucas horas na incubadora, e logo foi pro quarto, e hoje, graças a Deus ele é um tisco de gente muito serelepe.