Especial Mês das Mães

03/05/2019 - Notícias

Especial Mês das Mães

Conheça a história da Mamãe Patricia.

Sou Patricia, hoje com quase 42 anos, Sou mãe de João Victor e Vicente. Fui mãe aos 30, e quase chegando aos 40.

Antes de João Victor nascer, sofri dois abortos, na primeira gestação cheguei até o sexto mês, quando descobrimos doença rara chamada mola hidatiforme, que faz com que o bebê fique sem oxigênio e na maioria dos casos vá a óbito. Segunda gestação já foi no inicio que ocorreu aborto espontâneo.

        João Victor ainda bebê foi diagnosticado com sério problema de fígado, e fez sua primeira cirurgia com dez semanas de vida. Teve alguns episódios de infecção, mas viveu bem até os sete anos de idade. Onde as complicações passaram a ficar mais constantes e como os médicos sempre nos alertaram, chegou a hora do transplante de fígado para que pudesse viver melhor. O que aconteceu em fevereiro/2015 em SP foi um período bem difícil, teve algumas complicações no pós-cirúrgico, mas graças a Deus terminou tudo bem.

        Sete meses depois, descobri que estava grávida. A primeira sensação foi de susto, medo, por ainda ser muito recente da cirurgia, que fui doadora de parte do fígado para meu filho. Mas logo a alegria tomou conta de nós, especialmente porque seria o primeiro filho de meu atual esposo, merecedor com certeza deste presente. Logo que nasceu mais uma vez tive a preocupação e angustia de saber, que Vicente havia nascido com problemas cardíacos, e que só seria corrigido através de cirurgia. Necessitando de UTI e ao terceiro dia sofrendo uma hemorragia cerebral. Tais diagnósticos causaram atraso no seu desenvolvimento motor, sensorial, cognitivo, psicológico e social, conhecido como atraso global.

Nossa luta é diária devido as sequelas e atraso causados pelo avc, corro com Vicente para as terapias que ele precisa fazer, o que já o fez evoluir muito. O maior dom de ser mãe é poder olhar o sorriso do seu filho, e posso dizer que hoje a palavra é gratidão por Deus me permitir ter filhos tão especiais, e me conceder essa missão de vê-los  crescendo e recebendo tantas bençãos. Ser mãe de Dois lindos Guerreiros!!