Informe OCP: Hospital São José é destaque em cirurgia minimamente invasiva do crânio e da coluna

26/08/2021 - Eventos

Informe OCP: Hospital São José é destaque em cirurgia minimamente invasiva do crânio e da coluna

Fonte: Informe OCP

Matéria por: Isabel Debatin


O Hospital São José (HSJ) de Jaraguá do Sul tem sido referência em várias especialidades médicas ao longo dos anos e, recentemente, teve seu nome, assim como do neurocirurgião, Dr. Mauro Cesar Grudtner, veiculado, para além do Brasil, em um artigo publicado em revista internacional*.

Visão na tela do nervo descomprimido após retirada da hérnia de disco. Foto: Divulgação/HSJ


Este artigo faz menção ao uso da técnica endoscópica para tratamento de patologias cerebrais localizadas no sistema ventricular. De acordo com o especialista, durante a investigação de cefaleia (dor de cabeça) persistente e progressiva, e com o aparecimento de outros sintomas como vômitos, desequilíbrio de marcha, redução da visão e estrabismo, pacientes atendidos no HSJ tiveram o diagnóstico de lesões císticas e tumorais na região chamada de terceiro ventrículo central - região central do cérebro a qual faz parte do sistema ventricular, onde se produz, acumula e circula o líquor, ou líquido cérebro - espinhal.

Essas lesões por provocarem obstrução das vias de circulação do líquido causavam acúmulo anormal do mesmo, gerando hidrocefalia obstrutiva e, por consequência, hipertensão intracraniana, razão pela qual se tornava imperativo corrigir a situação.

Confirmação do local a ser operado e posicionamento do endoscópio durante trans-operatório. Divulgação/HSJ


Segundo o neurocirurgião, Dr. Mauro, a opção escolhida para tratar os casos em Jaraguá do Sul foi através de uma técnica mais moderna existente sem necessidade de realizar uma craniotomia, com menos trauma cirúrgico, menor manipulação cerebral, menor incisão cirúrgica (logo, minimamente invasiva), através do uso da neuroendoscopia, que consiste de um sistema tubular que conta com três aberturas por onde tem-se o sistema óptico (visão), sistema de irrigação e o canal de trabalho para introdução de instrumentos, todos extremamente delicados e de pequenas dimensões.

“Através da tela de vídeo na sala cirúrgica observamos toda anatomia interna da região cerebral abordada e realizamos o procedimento cirúrgico em questão”, conta o Dr. Mauro.

Cirurgião de olho na tela de vídeo, manejando endoscópio e instrumentos. Foto: Divulgação/HSJ


Na época, o especialista convidou o Dr. Carlos Brusuis, que já reuniu expertise com a técnica e no tratamento de casos semelhantes, com aplicação da técnica endoscópica para em conjunto tratar dos pacientes de Jaraguá do Sul e trocar, partilhar conhecimentos. “O resultado foi um sucesso em todos os sentidos, seja para os pacientes, seja para nós médicos, instituição - tanto do ponto de vista prático como de publicação e produção científica”, completa o médico.

Ele ainda pontua que a mesma filosofia adotada de cirurgia minimamente invasiva, hoje em dia, também está disponível para ser aplicado em doenças na coluna no HSJ para tratamento, como por exemplo, de casos de hérnia de disco lombar, como feito recentemente no mês de julho de 2021, sendo a primeira cirurgia endoscópica na coluna realizada no Hospital São José de Jaraguá do Sul.

Uma das doenças mais comuns, chamada hérnia de disco — cuja manifestação clínica para a maior parte dos pacientes é a clássica dor do tipo ciática, isso é, dor na distribuição do nervo ciático que é percebida com uma dor que se irradia na região lombar baixa e/ou glúteo e tende a percorrer um trajeto em face posterior da coxa, parte posterior lateral da perna, até o pé. “Através de uma incisão na pele, com cerca de 1 a 1,5 cm de extensão, é possível por meio do uso do endoscópio e respectivos instrumentais proceder a retirada da hérnia de disco e descompressão da raiz nervosa.

Dr. Mauro ainda salienta que por proporcionar menos dissecção muscular, ocorrerá menos trauma muscular acompanhado de menos dor pós-operatório, menor tempo de hospitalização e mais rápida recuperação funcional.

“Tudo isso, quando bem indicada e realizada a técnica nos casos devidamente selecionados, ou seja, daqueles que atingem os critérios de indicação como história clínica e exame neurológico e exames de imagens congruentes demonstrando compressão de raiz nervosa inequívoca”, finaliza.

*Artigo: Single Burr-Hole Extended Transforaminal Approach for Concurrent Endoscopic Surgery in the Third Ventricle Posterior to the Foramen of Monro and Ventriculostomy: Clinical Series and Planning Steps

Em tradução livre: Abordagem transforaminal estendida de Burr-Hole único para cirurgia endoscópica simultânea no Terceiro Ventrículo Posterior ao Forame de Monro e Ventriculostomia: Série clínica e etapas de planejamento

Onde encontrar

O Hospital São José (HSJ) fica na Rua Doutor Waldemiro Mazurechen, 80, no Centro de Jaraguá do Sul. Contato: (47) 3274-5000. Acesse o site da instituição (hsaojose.com) para ficar por dentro das novidades. Acompanhe também nas redes sociais: Facebook (@hospitalsaojosedejaraguadosul) e Instagram (@hospital_saojose).

O texto contou com a participação do especialista Dr. Mauro César Grüdtner (CRM SC 9430 RQE - 10481) que atende no HSJ.