Reumatologia: quais doenças devem ser tratadas por essa especialidade?

28/06/2021 - Dicas e Saúde

Reumatologia: quais doenças devem ser tratadas por essa especialidade?

Informe OCP

Por: Isabel Debatin

Certamente você já ouviu falar da área de reumatologia. Mas já se perguntou o que um reumatologista faz ou quais doenças ele trata? É o que a Dra. Sheron Zamboni, médica reumatologista do corpo clínico do Hospital São José, explica.

Um reumatologista cuida de doenças que, em algum momento da sua evolução, passam a afetar o sistema locomotor (movimentos do corpo) - que envolve esqueleto, músculos, articulações, tendões, ligamentos, etc.

De acordo com a especialista, uma das comorbidades mais associada ao reumatologista é o reumatismo, porém, é importante entender que reumatismo envolve mais de 100 doenças, sejam elas inflamatórias, degenerativas, autoimunes, metabólicas, genéticas, entre outras.

Nestes casos, faz-se de extrema importância o acompanhamento do médico reumatologista. Já no caso de doenças traumáticas, como lesões ou fraturas, o paciente precisa passar por um médico ortopedista.

As doenças tratadas pelo reumatologista podem ser divididas em dois grandes grupos:

  • Doenças autoimune: o corpo do paciente produz células ou anticorpos que atacam os tecidos articulares da própria pessoa;
  • Doenças metabólico-degenerativas: causadas pelo desgaste das estruturas da articulação.

“Um ponto em comum nas doenças tratadas pelos reumatologistas é a presença de dor como sintoma, que podem levar a deformidades e limitações se essas doenças não forem tratadas”, complementa Dra. Sheron.

Quando procurar um reumatologista?

A Dra. Sheron pontua que o reumatologista deve ser procurado quando em algum momento da vida você tiver sintomas como:

  • Inchaço, vermelhidão e calor nas articulações (juntas);
  • Mãos inchadas;
  • Dificuldade para se movimentar;
  • Rigidez nas articulações ao acordar;
  • Diminuição da flexibilidade da coluna;
  • Dor noturna nas costas de pacientes jovens;
  • Limitação para pentear os cabelos ou escovar os dentes;
  • Fadiga muscular;
  • Olhos avermelhados e secos, além de sensibilidade à luz;
  • Boca seca;
  • Extremidades do corpo mais sensíveis ao frio, como pés, mãos e orelhas, podendo ficar dormentes com facilidade;
  • Pele com coloração azulada, principalmente em mãos e pés, que ocorrem usualmente após estresse ou exposição ao frio, conhecido como Fenômeno de Raynaud;
  • Alterações na condição bucal, como ulceração oral, gengivite e periodontite.

Principais doenças reumáticas

A Osteoartrite, também conhecida como artrose, é uma delas. Ela causa o desgaste das articulações do corpo. Outra doença tratada pela especialidade é a Fibromialgia, uma síndrome caracterizada principalmente por dor crônica e generalizada, principalmente na musculatura.

Já a Gota, é um tipo de artrite causada pelo depósito de cristais de monourato de sódio nas articulações. E a Osteoporose, é uma doença relacionada ao enfraquecimento da massa óssea. Ela ocorre quando o osso não se forma corretamente, quando o desgaste ósseo é excessivo, ou quando esses dois processos acontecem simultaneamente.

A reumatologista também destaca a Artrite reumatoide, uma doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações. Segundo ela, os sintomas mais comuns são os da artrite (dor, edema, calor e vermelhidão) em qualquer articulação do corpo, sobretudo mãos e punhos. “As articulações inflamadas provocam rigidez matinal, fadiga e com a progressão da doença, há destruição da cartilagem articular”, explica.

E o Lúpus, é uma doença inflamatória crônica de origem autoimune. Ele pode ser cutâneo, quando afeta principalmente, ou apenas, a pele, ou sistêmico, quando afeta outros órgãos internos. Os mais comumente afetados são rins, pulmões e sistema nervoso.

Tratamentos

O tratamento é determinado a partir do diagnóstico feito pelo médico, já que existe uma série de doenças reumáticas. Dra. Sheron destaca que as doenças autoimunes podem precisar de medicação para o controle do sistema imunológico. Já os desgastes e doenças degenerativas, costumam ser tratados com terapia física, que engloba fisioterapia, acupuntura, terapia ocupacional, infiltrações e exercícios. Os analgésicos também podem ser receitados para o controle da dor.

Onde encontrar

O Hospital São José fica (HSJ) na Rua Doutor Waldemiro Mazurechen, 80, no Centro de Jaraguá do Sul. Contato: (47) 3274-5000. Acesse o site da instituição (hsaojose.com) para ficar por dentro das novidades. Acompanhe também nas redes sociais: Facebook (@hospitalsaojosedejaraguadosul) e Instagram (@hospital_saojose).

O texto contou com a participação da especialista Dra. Sheron Zamboni (CRM 21162), que atende no HSJ.